Site de Poesias

Menu

Alguém bateu a porta.

 
 
 
 
 
Alguém bateu a porta, as luzes estavam ligadas, eu em Sam consciência não disse nada, a minha mente estava ocupada buscava a sua presença no intimo de minha inocência. Pois o amor é algo de definição infinita que transformou o meu ser em um escravo de você. Seio que sofro de amor e pelo amor que não tenho, mais mesmo assim é uma energia que mim contagia e faz viver.

Compartilhar
João Marques JM
01/02/2017

  • 2 comentários
  • 57 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados