Site de Poesias

Menu

Pedras Rolando em Havana

p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 120%; }a:link { }
Pedras Rolando em Havana
“Não pretendo exercer o meu cargo até os 100 anos!” Fidel Castro
“Precisamos acabar com todos os jornais. A revolução não pode ser alcançada com a liberdade de imprensa.” Che Guevara
 
Havana moon, Havana moon
Me all alone with jug of rum
Fidel decerto não aprovaria…
Ingleses trazendo frivolidades burguesas e alegrias subversivas…
Tudo meio fora de controle e outras evasivas!
Não era assim que se queria!
Vi os edifícios, tão belos e tão arruinados!
Os carros velhos tão remendados!
Cuba, ilha de Cuba! Quem cantaria?
 
Onde está minha t-shirt do Che Guevara?
A língua vermelha irônica me desmascara!
Fidel decerto não aprovaria…
Isto é só rock’n’roll, mas eu curto!
Jovens cubanos tendo espasmos e surtos!
25 de Março: fundação do PCB! Nostalgia!
25 de Março: Os Stones tocando em Havana!
Os homens que brigam nas ruas… Bacana!
Cuba, ilha de Cuba! Quem cantaria?
 
Exatos 7 meses depois, Castro se vai…
As coisas estão mudando, o pano agora cai!
Fidel decerto não aprovaria…
Tudo pintado de preto! Os dados estão jogados!
Na Ciudad Deportiva guitas imaginárias por todo lado…
Simpatias pelo Demo… só isso explicaria!…
Alegrias subversivas...rhum cubano, açúcar marrom!
Quanta satisfação sinto agora ouvindo este som:
Cuba, ilha de Cuba! Quem cantaria?
 
 

Compartilhar
Jayro Luna
01/01/2017