Site de Poesias

Menu

Abra a porta de seus corações.

 

 
 
 
Irmãos cuidam de mim, irmãos cuidam de mim, irmãos cuidam de mim,
Não me deixe fora desta família que ora com fervor a Nosso Senhor
Não julgue o meu passado deixe que eu possa caminhar abraçado,
Com este ser supremo que veio a este mundo implantar o amor.
 
Quem julga não tem tempo de amar, sou o filho prodigo que acabei de chegar.
Abra a porta de seus corações, pegue em minha mão deixe que eu caminhe no seio da multidão.
Eu também faço parte deste plano celestial, desta obra de restauração dos corações.
Da união de todos em uma só direção, a casa do Criador que é só amor.
 
Vamos fazer desta estadia aqui na terra, um mero tripulim, para implantar o amor,
E termos passagem livre, para a casa do Senhor.
Vamos distribuir flor, levantar bandeira branca a guerra, a dor, e promover o amor.
 
 
 
 
 
 
 

 
 

Compartilhar
João Marques JM
15/11/2016

  • 0 comentários
  • 33 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados