Site de Poesias


Orgulho

Por quanto tempo você lutaria
A luta inglória do esquecer forçado,
Cerrando a lágrima, calando o brado
Da voz que insiste no amor-fantasia?!

Se o pulsar acelera, inconformado,
Só de lembrar os dias de alegria,
Por quanto tempo você negaria,
No esforço vão de apagar o passado?!

Em que plano sua mente insistiria?!
Pra qual outro Universo fugiria,
Se o coração diz que este é o seu lugar?!

Pois mesmo atravessando a eternidade,
Sufocando o dom da felicidade,
A voz do amor jamais há de calar...

Compartilhar
Ederson Peka
20/04/2006