Site de Poesias

Menu

Poema Revisitado

[Ilustração não carregada]

 

percorro as fibras do poema

como quem lava em açude

o rosto descamado

como quem vê amiúde

o mar esbravejar

 lanço rimas ao ar


alinhavo palavras

que não se avizinhavam

corpos estranhos

que não se aninhavam

 

visto-me de sol

até a lua enciumar

colho estrelas com anzol

lanço versos ao mar

 

Compartilhar

Feliz por retornar a esse cantinho tão precioso... Obrigada pelo carinho de sua visita.

Úrsula Avner
09/05/2016