Site de Poesias

Menu

SAMBA DA DONA LURDINHA

SAMBA DA DONA LURDINHA
Adaptação: Oscar de Barros
Música: Oscar de Barros 
 
BIS - Dona Lurdinha! Minha vizinha mandou me chamar
Fui lá prá ribeira fazer uma pesqueira pro meu vatapá
O mundo é que roda, ninguém nunca acorda
Já vou dançá(r)
Se te pego num enlaço, te jogo em meu passo
Te faço rodá(r).
 
Oh Dona Lurdinha! O peixe já (ta) na brasa
Cumé que é? O feijão tá temperado
E a cerveja?Cerveja(inha) gelada(inha) (lá) em casa
E o Dendê? Tá n(o)um camarão salgaaaaaaaaaaaaado
 
Oh! Seu José! O samba já vai começar
Minha mulher(é) nós já vamos nos casar
Prá que filé! Se o que é bom é caruruuuuuuuuuuuuuuu
Farinha e fubá, prá fazer o meu(nosso) anguuuuuuuuuu
Segura a vela! Ta no tempo da quermesse
E a oração? São sebastião que me aquece
Vesti de branco! O meu santo protetorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

 
Carregando um manto! Foi oxu que me enviouuuuuuuuuuuuuu

Compartilhar
OSCAR BARROS
10/10/2015