Site de Poesias

Menu

Touch me again

Que falta vocês me fazem
Não sei o que é melhor
Entregar ou receber
Sim, eu também tenho
Mas somente vê-los
Não é o mesmo que senti-los
Ah, braços
Os seus sim...
Esses eu quero sempre
Me envolvendo
Se entrelaçando
Deles nunca esquecendo
Quando se está amando
Ah, braços
Venham, 
Mexam-se
Ataquem-me
Enfim, 
Singularizem-se
Abraço
Seja amoroso
Seja gostoso
Seja, principalmente
Um abraço criminoso:
Assassino de saudade!

Compartilhar
André Neves Andrade
09/07/2015