Site de Poesias

Menu

como Me Deleitar De Prazer De Ser O Que Sou?

Se ao menos fosse uma flor

A perfumar meus dias de assaz beleza

Se fosse o porvir de uma cultura

De tamanha grandeza

E se ao menos tivesse o prazer de ser

uma andorinha que faz verão

Numa constante motivacão a peregrinar

Em cada situacão em plena motivação!

 

Seria uma boa e amada estrela

A ser como uma nas entrelinhas

De uma poesia lírica ou quem sabe

Absoluta em cada arte,como uma nobre

Poetisa que se desmancha em cada poesia

Soluçando em cada pensamento com encantamentos...

Restrita somente aos seu gozos de prazer quando no

Afloramento de sua noção de estar em cada emoção

Tentando, com suas reais belezas de ação, vibrar em cada ocasião

De ser o que quer e deixar se deleitar de prazer sem se perceber!!!

 

E neste percauço de tamanha influência, me atravesso com meus

pensamentos de sonhos e desaguo na solidão das mansas e amadas

poesias que de tão consagradas e vazias, estão a me contagear como

Um sibilar de uma ventania que sopra pra bem longe essas inquietações

Que a cada instante me deixa vagar nas minhas artemanhas da vida!!!!!!

 

 

Compartilhar
Mariana Cordeiro( Maryta)
28/04/2015

  • 2 comentários
  • 96 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados