Site de Poesias

Menu

Como Fazer Um País Novo?

 

Que me bastem somente de improvisos

Que a própria filosofia esteja abominável

Que a história seja sempre um recomeço

E que a plenitude de um poder seja chulo

Sem caráter, obceno,hipócrita ou recalcado

 

A situação está em grande dimensão

Escalando até os escalões governamentais

Sufoca quem quer ser cidadão de verdade

Que luta por uma pátria de qualidade e são

Mas que se perde por ignorar seus erros...

 

Compete a quem revolucionar?

Se nos parametros da real inteligência

Mora uma consciência que de nobre

 

Afasta por incoerências das questões

Seus rumos certos de boas razões

E nada no embalo do despreparo até então....

 

 

 

Compartilhar
Mariana Cordeiro( Maryta)
01/04/2015

  • 2 comentários
  • 114 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados