Site de Poesias

Menu

AUTOMÓVEIS e OUTROS VEICULOS-(Crônica)

[Ilustração não carregada]


Automóveis e “Outros Veículos” (Crônica)
 
                                          Bendita invenção, o automóvel, fui pesquisar a historia e a mesma relata um veiculo a vapor no ano de 1672, talvez o primeiro, quem sabe, mas não é disso que quero falar, mesmo porque de lá para cá muita coisa mudou nesse meio de transporte que fascina os “humanos” e alguns “animais” que muitas vezes se colocam detrás do volante e saem por aí cometendo delitos dos mais variados. Esses “animais” incorporam vestimentas semelhantes às usadas pelos humanos, mas tem o comportamento bem adverso. Uma vez apossados de um veiculo de duas, três, ou quatro rodas, essas criaturas (os “animais”) saem pelas ruas, estradas e trilhas para liberar a adrenalina acumulada no estressante período de trabalho.
                                          A habilitação é conseguida de maneira nem sempre adequada, inclusive tem alguns dessa “espécie” que nem se habilitam de verdade, simplesmente adquirem o “objeto dos sonhos”, acreditam poder “driblar” as “otoridades” e vão pra estrada.         
 
                                          Muitos desses “espécimes” conseguem seu intuito durante longos períodos até que “um dia a casa cai”, seja numa “blitz” ou num acidente com ou sem vitimas. Culpa de quem?  Da fiscalização ou do próprio “animal”? O que Você acha, dê sua opinião ao final da crônica. Penso que a história é composta de ciclos.
                                          No Brasil já tivemos o ciclo do pau-brasil, da cana de açúcar, da borracha, do café e atualmente estamos vivendo dois ciclos paralelos: o ciclo de veículos e o ciclo de celulares (que também são veículos,  “de comunicação”, não é mesmo?). O que eles têm em comum, você sabe? Não?   Quem tem carro tem celular também.  Outro problema ainda maior é o transito nas vias públicas. Cada vez fica mais difícil e nem poderia ser diferente com tantos veículos circulando ao mesmo tempo, mas o brasileiro é “gente fina” e não liga para “engarrafamentos”, aliás, se tem coisa que brasileiro gosta é de “garrafas”, literalmente, de preferencia cheias e geladas (heheh) o que tem causado muitos problemas na condução dessas “maquinas de engolir distancias”, culminando muitas vezes em viagens sem retorno...  
 
Pedro Martins - 19/02/2015                         

Compartilhar

O transito brasileiro está um caos e não só nas grandes capitais, isso em decorrência da enorme quantidade de veículos circulando de forma desorganizada, tudo por conta da má formação dos condutores que literalmente compram a habilitação e acham que são motoristas em condições de conduzir essas maquinas cada vez mais "inteligentes e velozes". Para complementar o "problema" as "pessoas" adoram falar nos celulares quando estão ao volante e quase sempre o resultado é desastroso nessa combinação... PItangueiras, estarrecido com a nossa educação no transito...

Pedrinho Poeta - Pitangueiras-SP-
19/02/2015