Site de Poesias

Menu

“Fascina-me…”

[Ilustração não carregada]

Fascina-me nunca saber o que está evidente

Se o homem, que jorra ternura desmedida.
O lobo, que me espreita, me cheira, me sente.
Ou o menino, que derrama em meu colo, vida...

Fascina-me a forma agressiva de encarar o medo
E a coragem de assumir a imprecisão emocional
O apego que declara a flor da pele sem segredos
O sorriso de lado, que bagunça meu juízo normal...

Fascina-me, das emoções o controle razoável.
A ausência de sutileza ao espiar tua presa.
A segurança do olhar penetrante e indecifrável
Que aniquila minha lucidez e me põe sem defesa...

Fascina-me tanta emoção bordada em teu coração.
E a alquimia magistral com que tomou minha razão...

Glória Salles
-Registro na Biblioteca Nacional
-Ministério da Cultura
-E.D.A.

Compartilhar
Gloria Salles
15/01/2015