Site de Poesias

Menu

VITALÍCIA VERDADE

Senhor, os reconhecidos, em reverência.
Agradecendo, vossa divina providência.
Concessão, á vida plena, jamais abater.
Eternamente, e em vosso nome vencer.

Dando uma idoneidade para perdoar.
Recomposta a envergadura, de amar.
Em frente, pois seguindo vosso plano.
Divinos, porém, princípios humanos.

Desprendida prisão, tantas amarguras.
Resguardadas, e abençoadas criaturas.
Aonde o sentido exato, vindo conceder.
Vosso plano, felicidade nos abranger.

Sois maravilhosos, o Senhor da poesia.
Inundada alma, e estipulada harmonia.
Sustentada luminária, sabedoria acesa.
Estendidos horizontes, em casta realeza.

Almejados seguires vossas determinações.
Benevolência exalada, em fendidas vazões.
Exposta vossa santidade, assim totalidade.
Externado cume, a uma vitalícia verdade.

Convocadas canções, á elevada grandeza.
E ultrapassando limites, afinando pureza.
Entendendo-vos, Senhor, um doce sustento.
Afagados átomos, e na leveza dos ventos.

 

Compartilhar
izildinha renzo
02/12/2014

  • 0 comentários
  • 37 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados