Site de Poesias

Menu

Aqueles olhos

Tanto tempo, tanta saudade que me aperta
Tanto brilho que sua presença liberta
Um simples sorriso, faz acender tudo que está apagado
Globos verdes, que sem querer nos deixa afagados.

Daquele ser que quando chega cria-se todo um ascuo

De simples tudo tem, pois tudo em si é cativante
Alegria, beleza, uma aura brilhante
Mas tamanha realeza, que nos deixa intrigante...

Um ser intocável, que me resta apenas o vácuo.

Compartilhar
Augusto Grovermann
13/10/2014