Site de Poesias

Menu

Em Destaque - Abril de 2008

  • ENQUANTO JULGAMOS...

    Terça, 29 de Abril de 2008

    Rita mais uma vez nos brinda com um pérola. Como nosso querido Ubirajara escreveu, esta poesia traduz em poucas palavras aquilo que muitos gastariam uma coleção.
    O julgamento é uma atitude necessária para nosso crescimento... o problema é que na maioria das vezes em que o julgamente se dá, condena-se severamente, friamente e sem direito à defesa aquele/aquela que vive o papel de réu (muitas vezes sem sê-lo).
    Aí prefiro fazer como você escreveu: calar-me, ser injustiçado... pois hoje vejo todos os que me "apontaram", sendo severamente "apontados" pelas suas próprias consciências.
    Esta poesia tocou-me e acredito que irá tocar a muitos que irão lê-la.
    Parabéns Rita. Fique com Deus.

    É melhor que permaneçamos calados
    é melhor sermos injustiçados
    a vida é um ciclo
    se eu apontei,
    serei também apontado!
    Destacada por André Silva
  • O amor que não tive

    Quinta, 10 de Abril de 2008

    "O amor que não tive"...
    O autor Edson Satler conta a experiencia de todos nos em algum momento da vida !
    Às vezes é difícil precisar todos os sentimentos, todos os prazeres, todos os quereres....
    O amor é assim.....um mundo por descobrir, uma fórmula para aprender!
    Recomendo...Leia...Comente.

    "Ficará em minha boca
    O gosto do beijo não dado,
    Em meu corpo o fogo não apagado
    Do desejo não realizado... "
    Destacada por Gloria Salles
  • "Laços partidos" - Soneto

    Domingo, 06 de Abril de 2008

    Obra prima ... Não poderia deixar de recomendar. Glória Salles nos leva a uma viagem... Não deixe de embarcar... Leia intensamente, e não deixe de comentar...

    Palavra alguma explica esta lágrima
    Menos ainda a dor de estar atada.
    Porqua falta a Vida em cada sílaba
    E fico abraviada, sem brilho, sem nada.
    Destacada por Edson Satler