Site de Poesias

Menu

Em Destaque - Setembro de 2006

  • Ontem...

    Quinta, 28 de Setembro de 2006

    Ontem passou...Viu só!...Já estamos no hoje...
    Mas foi um ontem de tanto amor..
    Charlyane Mirielle falando do ontem o fez de forma tão criativa e sensível que, ontem eu ainda não podia recomendar, mas voltei hoje e recomendo esta poesia desta mulher linda que sempre nos envolve de amor.

    Ontem, escrevi cem mil versos
    Sem que eu mesma tenha notado
    Mas eu queria o inverso
    Um único de amor ter postado...
    Destacada por Rita Reikki
  • CASTELOS

    Segunda, 25 de Setembro de 2006

    Quem nunca criou um castelo?
    Quem nunca pensou em edificá-lo?
    Quem nunca viu um castelo desmoronar?
    Quem nunca viu uma reconstrução?
    Castelos nossos descritos...
    ... Priorizados sejam o amor e a esperança!

    E quando chega alguém para abater
    Castelos que formei na minha ideia,
    Eu vou sempre às ameias combater
    Mostrando que não são feitos de areia.
    Destacada por Rita Reikki
  • Coisa Séria

    Terça, 19 de Setembro de 2006

    Sabe a satisfação que vem de ver um alguém amado mais apto a sorrir e brincar, e saber (ainda que sozinho) que você tem alguma coisa a ver com aquilo? Sabe o que é ter do que se rir por dentro, e de coisa séria? O mundo pode não saber, mas Pablo Falabela sabe...

    Quem me viu, desconhecia,
    (Achava que eu era só isso...)
    Mas verão minha alegria
    Estampada em teu sorriso!
    Destacada por Ederson Peka
  • DEUS

    Sexta, 08 de Setembro de 2006

    Esta poesia tem um nome especial: Deus! Ela fala da busca do ser para entender este amor incondicional, o divino...

    Foi escrita para comemorar a poesia número 100 deste nosso poeta; e assim como as obras do divino, às vezes passa despercebida na correria do dia-a-dia... Mas quando paramos para refletir, Deus estava sempre presente, por perto: em energia, em pensamento, em forma de carinho, em vida!

    O poeta José Rosendo nos presenteia com a companhia de Deus...

    Viva Deus na vida! Viva Deus no amor! Viva Deus, seja como for!

    Por que tudo nesse mundo se transforma
    Pra tornar-se, assim, num círculo vicioso,
    E a perpetuação da espécie é de tal forma...
    Que o mais reles dos viventes é majestoso?!
    Destacada por Rita Reikki
  • Todo o amor dos céus

    Quarta, 06 de Setembro de 2006

    Vem voar com Felix Ventura, num amor (e num poema) que dá asas à imaginação...

    Para voar é que somos feitos,
    nos contornos eternos do amor
    Destacada por Ederson Peka